Homem acusado de agredir delegado é julgado em Belém nesta quarta-feira

0
51

Na época do crime a vítima o delegado Társio Murilo Bessa Martins foi espancado por cerca de cinco minutos pelo réu.

O Tribunal de Justiça do Estado (TJE) retomou nesta quarta-feira (5) os julgamentos no Fórum Criminal, em Belém, e submete a júri o empresário Arthur Wanzeller Pereira Kahwage, de 35 anos. Ele é réu pela tentativa de assassinato de um delegado durante uma festa no estacionamento de um shopping que aconteceu em fevereiro de 2019.

Na época do crime segundo o boletim de ocorrência que foi registrado, a vítima o delegado Társio Murilo Bessa Martins foi espancado covardemente por cerca de cinco minutos. A denúncia foi registrada pela mulher que ajudou a socorrer o delegado. Segundo ela, Arthur Kahwage batia com socos no rosto do delegado, que estava inconsciente no chão.

Ainda segundo a denúncia, vítima estava andando em sentido ao estacionamento quando passou pelo camarote e foi surpreendida com um soco pelas costas. “Depois disso, ele só lembra que já estava no hospital”, disse.

Nessa quarta-feira (5), o júri começou com depoimento da testemunha Mário Rubem Martins Neto que estava no local e assistiu as agressões sofridas pela vítima. Num total, seis testemunhas, incluindo a vítima foram intimadas a depor. Compareceram no local apenas três pessoas. A sessão do júri começou sem a presença da vítima, que está de licença saúde e não foi localizada em seu endereço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui